Um concorrente para a Nvidia? Groq já vale US$ 2,5 bi em rodada com a BlackRock

A Groq, uma startup que desenvolve processadores para inteligência artificial e se posiciona como potencial concorrente da Nvidia, está finalizando uma rodada de US$ 300 milhões.

A Série D é liderada pela BlackRock e avalia a companhia em US$ 2,5 bilhões. 

Em 2021, numa rodada liderada pela Tiger Global e pela D1 Capital, a Groq captou US$ 367 milhões a um valuation de US$ 1,1 bilhão.

A Groq foi fundada há oito anos por Jonathan Ross, que era considerado o ‘guru dos chips’ do Google. Apesar do nome semelhante, ela não tem nada a ver com o Grok, o chatbot de AI generativa de Elon Musk.

Ross chama os seus processadores de language processing units (LPUs), e diz que eles são desenhados especialmente para obter um maior desempenho nos modelos de linguagem de grande escala. 

Segundo a empresa, os chips são 10x mais rápidos do que os vendidos hoje no mercado e saem por 1/10 do preço.

Não há informações sobre eventuais clientes, mas a startup deverá entregar 42 mil chips neste ano e 1 milhão em 2025 – ao menos essas eram as projeções citadas ao Wall Street Journal em uma reportagem publicada em fevereiro, quando uma demonstração do modelo de linguagem da startup virou uma sensação das redes sociais.

O Groq seria capaz de gerar 500 tokens (palavras ou conjuntos de caracteres) por segundo, contra 40 do ChatGPT. Esse é um dos principais indicadores do desempenho dos modelos de grande escala.

The post Um concorrente para a Nvidia? Groq já vale US$ 2,5 bi em rodada com a BlackRock appeared first on Brazil Journal.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Gostou das informações ? Então espalhe pela rede : )

Instagram
Subscrever
RSS